sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Velhos aos 25

"Nessa geração onde tudo acontece cada vez mais rápido, vamos envelhecer cada vez mais cedo. Antes dos 30" - por Audrey Diwan, Glamour Magazine

a velhaca de 25 anos, Lindsay Lohan

 Em 1890, em  O Retrato de Dorian Gray, Oscar Wild escreveu: "Perdendo a beleza, seja ela grande ou pequena, perdemos tudo. A juventude é o único bem valioso que temos". Na época, o autor falava sobre um personagem devastado pela perda da  inocência. O problema é que hoje, essa frase virou um slogan inconsciente da nossa sociedade.

Sim, todo mundo quer ser "forever young". De preferencia ter menos de 25. Porque  segundo uma pesquisa, 25 anos é a idade em que 3 a cada 5 mulheres começam a ter medo do tempo que passa.  Mas que diabos aconteceu nos últimos dez anos? Porque a idade da velhice simplesmente diminuiu? Aí vai uma pequena análise dessa nova doença social.

Sintoma 1
A mulher ideal tem apenas 14 anos

Quando falamos em representar a mulher ideal, pensamos imediatamente no corpo. Então logo lembramos  das modelos que vemos nas passarelas pela TV e percebemos que: a idade das meninas está cada vez menor. Em Picture Me, um documentário onde Sara Ziff retrata sua carreira, aparecem varias moças reclamando dessa tendencia: "Aos 20, nossa carreira está acabando. Tem muita menina mais nova  chegando no mercado". O mundo da moda busca por magrelas, como diz o sociólogo Jean-Claude Kaufmann, sem peitos e sem quadril. A silhueta perfeita é aquela de cabide, o corpo das adolescentes. Então, as mulheres em geral, que se comparam a essas se sentem logo "passadas". Célia, de 25 anos conta: "Estava vendo algumas fotos e parei em uma em que eu estava incrivel! Mini saia, salto alto e blusinha. Me achei o máximo! Até que minha mãe chegou do meu lado e disse: "Ahh eu me lembro, foi no seu aniversário de 14 anos". Gelei.

Sintoma 2
Garotas com menos de 30 anos já usam creme anti rugas

 Cecília, 26 anos, conta: "Ano passado, quando comprei cremes anti rugas pela primeira vez, me senti entrando numa sex-shop, morri de vergonha. Depois, conversando com minhas amigas descobri que todas faziam a mesma coisa." A indústria cosmética decidiu nos últimos anos atacar esse rico mercado e criou uma gama de produtos ditos "para prevenção". Aprendemos bem cedo que temos que lutar contra coisas que ainda não existem e insistir na idéia que nosso corpo, o inimigo, prepara já marcas do nosso envelhecimento futuro. E meninas de 25 anos começam a aplicar Botox pra congelar a cara antes que alguma ruga apareça. Falando nisso, 90% das mulheres estudadas acham que todas tem que lutar contra a velhice. Essa ideia é quase unanimidade! "O mais importante para elas, é preservar o potencial de sedução, afirma o antropólogo David Breton, por mais que a igualdade entre os sexos tenha feito progresso, os esteriótipos femininos nunca estiveram tão fortes. A mulher é sempre julgada antes de tudo, pelo estado do seu corpo." Ou seja, sobre sua capacidade continuar bonita. As mulheres estão contaminadas por essa ideia de ter que parar o relógio a qualquer custo.

Sintoma 4
Os teens ditam as regras profissionais

Ok, chegou a hora da auto-flagelação e de assumir que a mídia é responsável por esse fenômeno dos "baby workers". Tavy Gevinson, 15 anos, que quase não precisa mais de apresentação, é uma blogueira de moda  influente que conhece até o Karl Lagerfeld. Carmen Bramly, 15 anos, está curtindo o sucesso de seu primeiro livro e diz que já trabalha no segundo. Desde sempre, a mídia tem criado monstros - lembram do Jordy? O mito do super star precoce existe a muito tempo, mas duas coisas mudaram. Primeiro que os artistas precoces estão banalizados, pois eles são cada vez mais comuns e segundo que hoje em dia eles são levados a sério. Eles agora tem o "poder de adivinhar a próxima tendencia". Encarnam perfeitamente o futuro dessa sociedade onde estar ultrapassado é a maior ameaça e eles são  os profetas a seguir. E logo as moças de 30  anos estarão relembrando que a época de ouro da sua juventude passou, tão rápido.

Sintoma 4
Vivemos numa sociedade sem adultos

Temos que analisar todos os ângulos do problema  pra se dar conta da importância. Se as moças de 25 já estão nostálgicas "relembrando a juventude", suas mães também não querem mais encarnar o papel de "senhoras". Semana passada, uma revista feminina tinha na capa "40 is the new 20". As fases que marcam as fronteiras entre as gerações estão sendo progressivamente apagadas. Começando na maneira de vestir,  as mães estão iguais as filhas. Essa ideia faz muito sucesso. E os sites de relacionamento aceleram essa tendencia.  O Facebook é a vitrine perfeita da vida dos teenagers: fotos cool, festas pesadas e estilo impecável. A propaganda da vida adolescente está estampada no mundo todo. Os de 30/40 anos  também estão lá por que  não querem  ficar pra tras, e sem perceber copiam todas as atitudes dos de 20. Aí vemos montes de senhoras com fotos na internet, semi-nuas, bêbadas caindo na balada. Toda a cultura ocidental rejuvenescesse feliz. No cinema,  filmes para os teens e desenhos animados para os adultos. Pós-adolescentes e adultos-atrasados, todas as idades embarcam nessa onda. As crianças estão ficando sem referência, pois se os adultos se inspiram nelas, elas se inspiram em quem?

Sintoma 5
Perdemos nossos velhos amigos

Em outubro de 2010, universitários franceses fazem passeatas por que temem mudanças na aposentadoria. O ciclo se fecha. Se ninguém mais quer ser velho é porque a imagem que se faz é sombria: câncer, aposentadoria ruim e uma solidão quase inevitável pois ninguém quer nos visitar (será medo de pegar velhice?). David Breton conclui: "Estamos lutando contra um nos princípios da natureza, não vemos mais a velhice como uma etapa normal da condição humana." Ai! Falando assim parece uma péssima idéia. Não dá pra fingir que podemos parar o tempo. Anne-Marie, 68 anos, conta: "Eu queria representar mais as pessoas da  minha idade, sem fazer apenas propaganda de desconto pra aposentado ou de uma vida em que se passa o tempo todo cozinhando bolo para os netos. Minhas angústias de envelhecer passaram com os anos, me sinto melhor e mais feliz com meu  corpo agora, mesmo que não seja um de gatinha" ela brinca.

O jornalista Paul Guimard, ria das angústias de adolescente dizendo: "A felicidade da juventude é uma invenção de velho." Pensando assim, talvez não seja tão bom guardar pra sempre.


- Carol

6 comentários:

catia campos disse...

A lindsay Lohan, é linda, mas estragou-se toda...


http://produtostopdegama.blogspot.com/

Jú Vasconcelos disse...

Uma pena isso acontecer, mas a mídia foca tanto na beleza do ser jovem que algumas pessoas acabam cedendo cegamente a tratamentos totalmente desnecessários.

Juliana disse...

Nunca tinha parado para pensar nisso! Mas é bom ficar alerta! :)

Bjs

Camila Mancilha disse...

como ta acabada :S

beijos,
www.allaboutmakeuup.blgospot.com

Chris Luchini disse...

Uau, tô passada com esse post! É perfeito!!! Parabéns!!! Já mandei pro meu facebook!
bjo grande!

Blondie disse...

Há um ditado aqui em Portugal que diz: as mulheres são como o vinho do Porto, quanto mais velhas, melhores.

Beijinhos.